Papa aos novos cardeais: “a Igreja está necessitada de vocês”

Fonte: Aleteia

A cerimônia de criação dos 18 novos cardeais contou com a presença do Papa Emérito, Bento XVI, que foi cumprimentado por Francisco no início. A celebração, que aconteceu na manhã deste sábado, contou ainda com a participação dos demais membros do Colégio Cardinalício. O Papa lembrou aos novos cardeais que Cristo precede a todos no caminho. “Mas isso não é fácil, porque a estrada de Jesus é o caminho da Cruz. Na Cruz temos a nossa esperança”, disse.
Francisco acrescentou também que a Igreja necessita da comunhão deles com o Papa e entre si, da oração constante, da compaixão e luta contra a discriminação e da semeadura da paz. “A Igreja precisa de nós também como homens de paz, precisa que façamos a paz com as nossas obras, os nossos desejos, as nossas orações. Fazer a paz. Artesão da paz. Por isso invocamos a paz e a reconciliação para os povos que, nestes tempos, vivem provados pela violência e a guerra. Caminhemos juntos atrás do Senhor e deixemo-nos cada vez mais convocar por Ele, no meio do povo fiel, da Santa Mãe Igreja”.
Cada cardeal foi designado para uma igreja de Roma. Ao novo cardeal brasileiro, D. Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro, foi atribuída a Igreja Santa Maria Mãe da Providência, no bairro de Monteverde.
Ao final da celebração, alguns cardeais se dirigiram a Praça São Pedro para cumprimentar os fiéis. O cardeal D. Ricardo Ezzati Andrello, arcebispo de Santiago (Chile), disse que recebe a nova missão com “esperança e alegria. Estou muito feliz de receber esse serviço”.
Ele contou ainda que, em uma audiência privada com o Papa Francisco, o Pontifice afirmou que pretende visitar o Chile. “O Papa nos disse que no ano de 2016, visitando a Argentina e o Uruguai, certamente visitará o Chile também. Essa é a nossa esperança”.

Novos cardeais
Os novos cardeais são:
D. Vincent Nichols, arcebispo de Westminster (Grã-Bretanha);
D. Leopoldo José Brenes Solórzano, arcebispo de Manágua (Nicarágua);
D. Gérald Cyprien Lacroix, arcebispo de Quebeque (Canadá);
D. Jean-Pierre Kutwa, arcebispo de Abidjan (Costa do Marfim);
D. Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro (Brasil);
D. Gualtiero Bassetti, arcebispo de Perugia-Città della Pieve (Itália);
D. Mario Aurelio Poli, arcebispo de Buenos Aires (Argentina);
D. Andrew Yeom Soo jung, arcebispo di Seul (Coreia do Sul);
D. Ricardo Ezzati Andrello, arcebispo de Santiago (Chile);
D. Philippe Nakellentuba Ouédraogo, arcebispo de Ouagadougou (Burquina Faso);
D. Orlando B. Quevedo, arcebispo de Cotabato (Filipinas);
D. Chibly Langlois, bispo de Les Cayes (Haiti).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *