Páginas católicas bloqueadas no Facebook agradecem grande mobilização em sua defesa

Fonte: Aleteia

Pelo menos duas dezenas das fanpages católicas afetadas pelo bloqueio do facebook eram brasileiras. Fora do país, chamou especial atenção o caso da página Catholic and Proud (“Católico e com orgulho“), criada e mantida pelo jovem nigeriano Kenneth Alimba. É uma das fanpages católicas com a maior quantidade de seguidores: 6 milhões. Além dela, Alimba também administra a página Holy Mary Mother of God (“Santa Maria Mãe de Deus“), com 200 mil seguidores e igualmente derrubada pelo Facebook. O jovem dedicou nada menos que 5 anos de sua vida pessoal a cuidar desses espaços abertos na rede para compartilhar a fé.

Reação brasileira
No Brasil, o fato gerou imediata repercussão e reação entre os católicos, que, individualmente ou organizados em grupos, se mobilizaram para defender o próprio direito à expressão sem discriminação nos espaços digitais abertos.

Como resultado da pressão organizada, várias páginas que tinham sido “sequestradas” sem aviso prévio pela rede social foram liberadas nas últimas horas.

E foram liberadas igualmente sem qualquer aviso ou explicação. Nem sequer os seus administradores foram notificados: eles simplesmente reencontraram as páginas restauradas em uma das suas inúmeras tentativas de recuperá-las.

Advogados de administradores de páginas católicas brasileiras solicitaram explicações do Facebook tanto sobre as causas do bloqueio quanto sobre o questionável modo de proceder da empresa, além de exigirem que as fanpages fossem restabelecidas. Segundo o blog Ancoradouro, a porta-voz da rede social no Brasil informou que o bloqueio tinha sido efetuado pelo Facebook mundial e não pela sede nacional da empresa.

Nota do Facebook
O Facebook se manifestou na manhã de hoje mediante nota à agência católica de notícias ACI Digital:

“As páginas foram restauradas. O incidente foi causado acidentalmente por um mecanismo de detecção de spam na plataforma. Pedimos sinceras desculpas por qualquer inconveniente que isso possa ter causado”.
Estranhamento entre os usuários
A declaração do Facebook, no entanto, passou longe de ser convincente para muitos católicos. O que causou estranheza, conforme comentários postados por usuários na própria rede social, foi o fato de principalmente grandes páginas católicas terem sido atingidas pelo alegado “incidente”. Internautas observaram que, em caso de falha aleatória do mecanismo anti-spam do Facebook, milhares ou até milhões de páginas poderiam (ou deveriam) ter sido afetadas. Pelo que se levantou até o momento, porém, o “incidente” foi bastante “seletivo”, tanto em termos de identidade das fanpages atingidas quanto no tocante à data de ocorrência.

É possível que as páginas católicas tenham sido vítimas de uma ação orquestrada de falsas denúncias de spam voltadas propositalmente a derrubá-las, mas a nota do Facebook não faz menção a respeito.

Agradecimento da fanpage Papa Francisco Brasil aos apoiadores
Entre as páginas católicas brasileiras derrubadas, a maior em número de seguidores, com 3,8 milhões, é a fanpage Papa Francisco Brasil, restabelecida nesta madrugada. Aleteia é parceira desta página no compartilhamento de artigos e notícias. Seus administradores publicaram a seguinte mensagem de agradecimento aos católicos que se mobilizaram em sua defesa:

GRATIDÃO, ESTAMOS DE VOLTA!

Irmãos e irmãs, na noite do dia 17 de julho de 2017, nossa equipe foi surpreendida com a súbita queda da página PAPA FRANCISCO BRASIL. Em 4 anos de atividade, foi a primeira vez que ficamos fora do ar. Logo percebemos que não só nossa página tinha caído, mas dezenas de páginas no Brasil, Portugal e EUA. Dentro de poucas horas a noticia correu o mundo, sendo divulgada inclusive na FOX NEWS, maior grupo jornalístico dos EUA.

Após aproximadamente 24h fora do ar, a página PAPA FRANCISCO BRASIL voltou a sua normalidade na noite desta terça-feira, 18. Isso só foi possível graças a um batalhão de amigos e amigas que se mobilizaram nas redes sociais apelando junto ao Facebook para o retorno de nossa página e de tantas outras. Nosso agradecimento especial aos padres Augusto Bezerra, Ezequiel Dal Pozzo e Frei Claudiano Lima que não mediram esforços e usaram todos os meios possíveis para nos ajudar. DEUS LHES PAGUE! Fazemos uma menção especial ao Padre Rafael Vieira, assessor de imprensa da CNBB, que não nos deixou sozinhos e levou nossos apelos ao secretário geral dos bispos do Brasil Dom Leonardo Steiner.

Nosso obrigado de coração ao ensaísta e tradutor Bernardo Pires Küster, ao empresário Silvio Rodrigues e ao advogado Rafael Cannizza, que arregaçaram as mangas e fizeram uma grande mobilização para as páginas voltarem ao ar. Gratidão por multiplicar seus talentos conosco em benefícios de milhões de pessoas.

Obrigado ao deputado federal Flavinho pela demonstração pública de apoio ao trabalho das páginas católicas e por se colocar à disposição caso fosse necessário. Não podemos deixar de agradecer ao Gabriel Osti, Edson Manzzuri, Carlos Renê e ao Danilo do Prado Bueno, responsáveis diretos pela organização de todos os passos que demos para atingirmos nosso objetivo. Agradecemos a imprensa católica, que foi fundamental na mobilização para a volta das páginas. Obrigado Aleteia Brasil, Promocat, grupo ACI Digital, blog Ancoradouro, Catholic News Agency, Catolica Conect, dentre outros. Também agradecemos ao jornalista Brantly Callaway Millegan, editor do site Church POP, que levou o fato ao conhecimento da imprensa americana.

Enfim, agrademos principalmente a você, nosso seguidor que chorou conosco, que cobrou providências e se alegrou com nosso retorno. SOMOS UMA FAMÍLIA UNIDA NA MESMA FÉ E ORANDO DIARIAMENTE PELO SANTO PADRE O PAPA FRANCISCO.

Sigamos juntos aprendendo, orando, evangelizando e construindo a cultura do diálogo, do encontro.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Assim como era no princípio, agora e sempre.

Equipe Papa Francisco Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *